Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

O Caça Promoções

O dia a dia de um Blogger em que o seu Lifestyle é Partilhar e Poupar!

Artigo Deco - Brinquedos - Fica aqui o alerta.

Mais um bom artigo Deco:

 

Artigo aqui ou abaixo.

 

http://www.deco.proteste.pt/familia-vida-privada/nc/noticia/brinquedos-seguranca/1

 

"

Notícias

Brinquedos: alerta para 4 produtos

19 Dezembro 2012
Brinquedos: alerta para 4 produtos

Dos 20 brinquedos que testámos, 2 falharam na segurança física e mecânica e outros 2 revelaram compostos químicos perigosos.

Início

Para avaliar a segurança dos brinquedos, escolhemos dois modelos das marcas que mais se vendem na Europa. Em laboratório, sujeitámos 20 brinquedos a vários testes, para verificar qual o seu grau de segurança. Analisámos a segurança física, mecânica, química e elétrica bem como a inflamabilidade.

Este estudo foi realizado em conjunto com as associações de consumidores de Espanha, Itália e Bélgica e a compra dos brinquedos foi distribuída pelos 4 países. Por isso, pode não encontrar alguns nas lojas portuguesas. Mas como é fácil aceder ao mercado europeu, nem que seja através da Net, informamos os consumidores dos resultados de todos os brinquedos testados.

 

4 brinquedos chumbam na segurança

Dos 20 brinquedos testados, 4 revelaram falhas de segurança: dois bonecos tinham etiquetas plastificadas que podem ser arrancadas com facilidade e que as crianças mais novas podem colocar na boca e noutros dois detetámos teores elevados de compostos químicos perigosos.

Nicotoy, Simba Dickie

Como não indica a idade e se trata de um peluche, pode ser usado por qualquer criança, mesmo pelos menores de 3 anos. A etiqueta, revestida a plástico, solta-se facilmente. Dado o tamanho reduzido da etiqueta, os mais novos podem colocá-la na boca e ficar presa na traqueia, correndo o risco de asfixia.

Tinga Tinga Tales, Bandai

Brinquedo indica ser para crianças com mais de 18 meses, mas, pelas suas características, adequa-se a todas as idades. A etiqueta, revestida a plástico, solta-se quando puxada. Como é pequena, os menores de 3 anos podem colocar a etiqueta na boca, correndo o risco de asfixia.

Chic-i Girls, Famosa

No teste à segurança química, detetámos migração dos teores de estanho orgânico ainda dentro de valores permitidos, mas acima do limite máximo que entrará em vigor em 2013. Contactámos o fabricante e este informou-nos que, desde setembro, está a produzir este brinquedo segundo a nova norma. Para podermos dar a informação mais correta ao consumidor, em novembro, comprámos de novo o brinquedo e efetuámos novas análises. Resultado: os valores que encontrámos na primeira amostra confirmam-se. O estanho orgânico pode provocar irritação na pele e nos olhos, mas também pode ser prejudicial para os sistemas respiratório, gastrointestinal e neurológico.

Nancy, Famosa

Partes do vestuário desta boneca revelaram teores de aminas (um corante) acima dos permitidos por lei. A partir de certa quantidade, este corante pode ser tóxico e causar irritação no nariz e na garganta. Também submetemos este brinquedo a novas análises que vieram confirmar os resultados anteriores.

 

Analise antes de comprar

  • Escolha o brinquedo de acordo com a idade e o desenvolvimento da criança a que se destina. Antes de comprar, leia os avisos de segurança e as instruções de utilização. Se estes não existirem ou não estiverem em português, opte por outro brinquedo.
  • Analise o produto. Passe a mão pelas arestas, pontas e bordos e certifique-se de que não existe o risco de magoarem a criança. Certifique-se de que não existem peças pequenas facilmente destacáveis (por exemplo, rodas, olhos ou pêlos), perigosas para crianças com menos de 3 anos. Se for um boneco com costuras, verifique se está bem cosido e a criança não tem acesso ao enchimento.
  • Já em casa, antes de dar o brinquedo à criança retire-o da embalagem e coloque-a na reciclagem. Contudo, anote ou guarde a identificação e morada do fabricante ou importador. Se ocorrer algum acidente, poderá precisar dela.
  • Evite que as crianças mais novas utilizem os brinquedos das mais velhas, pois podem não ser adequados à sua faixa etária.
  • Convém fazer uma revisão periódica dos brinquedos e deitar fora os que estiverem danificados. Os elétricos podem ser colocados num ponto eletrão ou num depositrão, para resíduos de equipamentos elétricos ou eletrónicos. Os de plástico têm de ir para o lixo normal. Os de papel também podem ir para a recolha seletiva, com vista à reciclagem.